CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Girl meets boy...

Uma amiga apresentou-me um amigo por motivos profissionais.
O rapaz, muito bem apessoado por sinal, nem por isso conquistou a minha confiança. Sabem como é: um gajo muito giro tem, normalmente, ar de convencido e, comigo, isso não pega. Vai daí, não deixei que a conversa descambasse para outras áreas. Foi uma conversa muito profissional. Já lá dizia o meu professor de Alemão: trabalho é trabalho, cognac é cognac!
Uns dias depois, trocámos números de telemóvel porque precisava que ele me tratasse de uns assuntos. Mais uma vez, profissionais. Até que, um dia, recebo uma mensagem pessoal do moçoilo... Hum, respondo ou não respondo? Ok, respondo. Afinal, ele até parece ser um rapaz porreiro...
E, depois dessa, seguiram-se inúmeras mais. Cada vez mais pessoais, até chegar ao ponto da intimidade... Convém referir que, tanto ele como eu, temos relações estáveis e, como tal, nunca aconteceu nada entre nós... Ao vivo e a cores, porque virtualmente a conversa já é outra....
Os telemóveis e o MSN têm sido palco de muito erotismo. O curioso é que nenhum de nós quer abdicar da relação que tem, mas nenhum parece disposto a parar com este jogo...

17 comentários:

francis disse...

mas só pecas à 5f, certo ?

A Gata Christie disse...

Não só... Mas também! ;)

A Palavra Mágica disse...

A Gata Christie,

Uma frase emblemática da música da Angela Rô Rô, cantora e compositora brasileira: "A vida é bela, só nos resta viver".

Beijos!
Alcides

PreDatado disse...

Huuuummmm.... malandrice!

Pedro Barata disse...

Obrigado pela tua visita! Pois é, os telemoveis e o msn às vezes... Ui, cuidado! ;)

Saudações

Abobrinha disse...

A Gata Christie

Eu já tinha lido este teu post, mas não sabia como comentar. Ainda não sei muito bem!

TEnho para mim que a pessoa não se deve meter a jogar um jogo que não é capaz de jogar. E este jogo é muito perigoso! Por mais que um motivo:

1. Estás a envolver-te. E isso do virtual é treta. Um dia tu sabes que isso passa a barreira do telemóvel! É isso que queres? Onde é que estás melhor? Nessa relação que é mas não é ou com a tua relação que aprecias?

2. Estás a deixar um rasto de mensagens escritas! Leia-se: estás a registar o teu pecado, a partilhar intimidades deixando tudo escrito na pedra! Ou achas que ele apaga? Tu apagas? Sabes que isso pode ser usado contra ti!

3. Pensar que não vais trair é o passo mais seguro para traires mesmo! Porque não estás a erguer defesas: tomas a tua relação por garantida.

O que eu te recomendo que faças (se estás bem com o teu relacionamento) é que páres com isso o mais rapidamente possível. Mas aprende com o que fizeste (mas não consumaste!): falta-te possivelmente um pouco de transgressão na tua relação. Tenta encontrá-la. Por exemplo, troca mensagens sensuais com o teu companheiro. Troquem intimidades em sítios com algum risco/adrenalina. Tentem algo diferente ("um espremedor de citrinos"?). Porque senão... vai dar bronca! E sabes que vai dar bronca, senão não tinhas perguntado.

Tenta não magoar ninguém nem sair magoada! Senão de uma brincadeira a coisa passa a não ter piada nenhuma!

Bacardi disse...

Concordo com a Abobrinha na maioria dos pontos. Se estivesse no teu caso, poria um fim a essa relação. Porque ela facilmente pode avançar caso, por exemplo, tenhas uma discussão com o teu companheiro e procures nele algum apoio. E toda a gente sabe que do apoio psicológico ao físico vai uma distancia muito curta.

Encara isso como um flirt, daqueles que sabem bem e levantam a moral, mas não deixes a coisa avançar ou permanecer como está.

Bjx

A Gata Christie disse...

Pois, eu diria mais, A Palavra Mágica, é preciso saber viver e, por vezes, é difícil escolher o caminho a seguir.


Pois é, PreDatado, uma grande malandrice...

Ó Pedro Barata, estou a ver que percebes bem daquilo que estou a falar!

Carol disse...

Ai, dona Gata Christie, que grande embrulhada em que te foste meter!

Olha, eu concordo com a Abobrinha (aliás, chegámos à conclusão que somos almas gémeas e, como tal, estou a considerar a hipótese de me tornar lésbica só por causa dela, mas isso é outra história...).
De facto, o teu verdadeiro relacionamento deve estar a passar uma fase difícil ou, então, já há algum esmorecimento da vossa parte e, como tal, embarcaste numa maluqueira.
Agora, tens que pensar bem naquilo que queres e no que te faz realmente feliz: a relação real ou a ilusão que vives com esse rapaz bem apessoado,como tu própria lhe chamas.
Eu, se fosse a ti, experimentava o espremedor de citrinos. Nunca se sabe!

Pinto disse...

Muito bem, muito bem, muito bem...

Como dizias no post anterior, faz o que te der na real gana...

lllllllllooolllllllll

Beijinhos

A Gata Christie disse...

Abobrinha, na verdade, eu sei que estás coberta de razão. É um facto que a verdadeira relação é aquela que já tinha e é essa que eu quero preservar mas, sabes, são muitos anos, muitas agruras que nos distanciaram de certa forma e a nova relação (não consumada!) faz-me sentir viva, faz-me sentir que ainda sou uma mulher desejável e sensual. Eu sei que o meu namorado me deseja e ainda se sente atraído por mim, mas saber que há outras pessoas a achar o mesmo fez-me sentir viva! Não sei se me estou a fazer entender, se estou a ser explícita...
Eu amo o meu namorado, mas este rapaz deu-me um novo alento para a vida.
Eu sei que este é um jogo muito perigoso, mas a adrenalina foi o máximo e fez-me muito bem ao ego. No entanto, as tuas palavras também me fizeram cair na real e decidi comprar um espremedor de citrinos... Obrigada!

A Gata Christie disse...

Bacardi, muito obrigada por teres seguido o meu repto e teres vindo até aqui opinar. Sente-te à vontade para o fazeressempre que quiseres. O meu gatil tem as portas abertas para ti! Ademais, eu adoro bacardi, portanto...

Tu tocaste no ponto certo. Eu estava a precisar de levantar a moral e foi isso que este rapaz me possibilitou. Hoje já pus um ponto final nisto e decidi apostar na relação real e esquecer a virtual.

A Gata Christie disse...

Ora nem mais, Poetiz@r! Vai daí, já fui comprar um espremedor de citrinos. Quem sabe? Pode ser que resulte!

Então, tu e a Abobrinha são almas gémeas?! Muito me contas!

A Gata Christie disse...

Olha, Pinto, e foi isso mesmo que eu fiz!

Abobrinha disse...

A Gata Christie

Não ficavas a pensar mal de mim se eu te dissesse que tenho comissão nos espremedores de citrinos, pois não? Uma gaja tem que fazer pela vida! ;)

Bolas, já o compraste e tudo? Bem... ... isso é que vai ser!

Sempre soubeste que era isso que querias fazer. Só precisavas de o "ouvir" de uma estranha.

A Gata Christie disse...

Eu já estava desconfiada, Abobrinha! ;)

Bacardi disse...

Fico contente por já teres resolvido esse "problema". Também acho (tal como já foi dito) que possivelmente a tua relação actual precisa de um empurrãozinho para ser revitalizada. Tenta fazer coisas diferentes com a tua cara-metade, e a coisa vai lá. É preciso é as pessoas não se acostumarem à companhia do outro, e terem-no como garantido. Fica uma sugestão: jantar a 2 no primeiro restaurante a que foram juntos.